.

.

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

EM QUEDA LIVRE

Uma das principais legendas de oposição ao governo Lula está em queda livre, o Democratas, antigo PFL, a partir de 2009 administrará 496 cidades, em 2000 contava com 1.028 prefeitos, em 2004 caiu para 790. Com drástica queda em evidência, o DEM infla o peito cheio de orgulho com a conquista da maior cidade do país, a prefeitura de São Paulo e faz planos de voltar a administrar um número maior de prefeituras, algo que acontecia em 2000.


A decadência do DEM é tão forte que hoje o partido tem apenas um governador, José Roberto Arruda do Distrito Federal. Nem o berço dos Democratas, a Bahia não é administrada pelo partido. Se continuar nessa queda livre o partido corre o risco de virar um partido nanico. O que freou essa queda foi a punição pelos infiéis, aqueles Democratas eleitos que mudaram de legenda e que, para não perderem o mandato por infidelidade partidária, foram obrigados a continuar na sigla ou voltar.
Bookmark and Share

terça-feira, 28 de outubro de 2008

O GRANDE VENCEDOR

O grande vencedor dessas eleições foi o velho PMDB que sempre está pronto a servir todos os governos. Empatado com o PT, o PMDB fica com seis capitais e o maior número de prefeituras 1.203 e governará 28.885.311 de eleitores, também o maior número de eleitores e seguido pelo PT por 19.969.198 de eleitores. Diante desses números o cacife do PMDB que já era grande no governo federal torna-o uma potência nacional com gabarito para lançar candidatura própria em 2010 para Presidência da República.

O papel de vice na chapa do indicado pelo presidente Lula pode ser combatida ou ignorada pela cúpula do PMDB nacional e com forte argumento: o número de prefeituras e conquistada em 2008 e o número de eleitores que administra. Falta apenas o PMDB apontar um nome para essa candidatura, no momento não tem um nome forte dentro do partido, nem o governador do Rio, Sérgio Cabral Filho aponta como força nacional dentro do partido. O PMDB está com a faca e o queijo. Manda nas cartas do jogo político brasileiro e o PT se, por acaso quiser manter a parceria, terá que ceder às exigências do velho PMDB que serve a todos os senhores.
Bookmark and Share

domingo, 26 de outubro de 2008

MARTA SUPLICY VOTOU PELA MANHÃ

A candidata do PT à prefeitura de São Paulo, Marta Suplicy votou hoje pela manhã em um colégio da capital. Cercada por correligionários e muitos repórteres Marta deu uma entrevista coletiva antes de ir a seção para votar.
Bookmark and Share

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

PRATA DA CASA

Mais uma vez o estado do Ceará elege a prefeita mais jovem do Brasil. Natália Félix da Frota (PMDB), 23 anos (completou no último dia 20), vai administrar a cidade de Tianguá, a 311 km de Fortaleza, com 64.796 habitantes é um dos maiores municípios da Serra da Ibiapaba. A chefe do Poder Executivo mais nova do país tem o ensino médio, é chefe de gabinete – licenciada – do prefeito Luiz Menezes, seu namorado.
Bookmark and Share

terça-feira, 21 de outubro de 2008

ÚLTIMO ROUND

A Rede Globo apresentará na próxima sexta-feira, 24, às 22h15 (horário de Brasília), o último debate para os candidatos que disputam o segundo turno em algumas capitais do Brasil. Em são Paulo o confronto será entre Marta Suplicy (PT) e Gilberto Kassab (DEM). No Rio de Janeiro será entre Fernando Gabeira (PV) e Eduardo Paes (PMDB).

Para quem não escolheu um candidato, boa oportunidade para decidir em quem votar. Conhecer as propostas (e o histórico político também é muito importante) de cada candidato e não idéias mirabolantes apenas para conquistar o voto dos indecisos ou mudar a opinião daqueles que já escolheram. Não perca, é sexta-feira logo após a novela A Favorita!
Bookmark and Share

domingo, 19 de outubro de 2008

UM GOVERNO INTRANSIGENTE

A intransigência do governador José Serra (PSDB) marcará seu governo em São Paulo. Esse confronto entre as policias Civil e Militar entra para a história da cidade. Jamais um governante deixou isso acontecer, sempre estava aberto o diálogo entre polícia e governo; mas não foi o que ocorre na última semana em São Paulo. Vimos o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista transformado em praça de guerra. De um lado estava o governador José Serra que dizia não ter conversa com os manifestantes enquanto não parassem com a manifestação; do outro lado, policias que em seu legítimo direito reivindicavam um salário mais justo. A polícia paulista é a que tem o pior salário em todo país.

O governador José Serra cruzou os braços quando, em agosto o foco de uma greve era eminente, poderia ter chamado uma comissão de ambas as polícias e ter uma conversa e ouvir as reivindicações da categoria e, a partir daí negociar. Digo o governador, porque o secretário de Segurança do Estado, Ronaldo Marzagão tem demonstrado que não serve para o cargo. É frouxo. Sem diálogo e se esconde dos obstáculos que são de sua alçada. Não vejo o Secretário em ação. É mais um incompetente que está no governo Serra.

Para se livrar da responsabilidade, o caminho mais fácil encontrado pelo governador Serra foi politizar esse pé de guerra entre as policias, apontando como responsáveis a CUT, Força Sindical, PT e o deputado federal, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força. Desviar o foco politizando essa crise é de uma insensatez que não parece ser o governador Serra, aquele que era adepto ao diálogo quando era presidente da UNE. Será que ele esqueceu aqueles tempos de manifestações? Buscava uma democracia, agora, os policiais querem apenas um salário digno e proteção para desempenhar seu trabalho. Unificar as policias não é a solução.
Bookmark and Share

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

COMEÇA A CAMPANHA PARA O SEGUNDO TURNO

Campanha para o segundo turno começou pegando fogo em São Paulo. A equipe de campanha da candidata Marta Suplicy (PT) pegou pesado e desviou o foco da campanha e partiu para a vida pessoal do prefeito Gilberto Kassab (DEM) candidato à reeleição. Após chuvas de críticas, a coordenação de campanha da petista tirou do ar a propaganda.

No Rio de Janeiro também não está sendo diferente. O candidato do PMDB, Eduardo Paes acusa o candidato do PV, o deputado federal Fernando Gabeira de preconceituoso, o motivo seria uma ligação do candidato verde a uma vereadora e que supostamente Gabeira teria chamado-a de suburbana. A arena está armada e parece que o vale-tudo é a regra.
Bookmark and Share

16 ANOS SEM ULYSSES GUIMARÃES

Após ausência neste blog, estou tentando colocar as coisas em ordem. Não poderia deixar de blogar aqui sobre o "Senhor Diretas", o deputado federal Ulysses Guimarães (foto)que há 16 anos desapareceu em Angra dos Reis (RJ). O texto abaixo foi retirado integralmente do site da Fundação Ulysses Guimarães.

O Dr. Ulisses, um dos maiores políticos brasileiros, Ulysses Silveira Guimarães ou Ulisses Guimarães nasceu em Rio Claro-SP, no dia 06 de Outubro de 1916, filho de Ataliba Silveira Guimarães e de dona Amélia Correa Fontes foi casado com dona Ida de Almeida Guimarães e teve dois filhos, Tito Enrique e Celina Ida; Ulisses Guimarães faleceu em 12 de Outubro de 1992.

Formou-se advogado pela Universidade de São Paulo (USP), em 1940. Antes de ingressar na política, foi secretário da Federação Paulista de Futebol. Elegeu-se deputado estadual em 1947, pelo Partido Social Democrático (PSD). Três anos depois, passou a ser deputado federal, função que exerceu durante 11 mandatos consecutivos. Foi presidente do MDB e PMDB durante vários anos e seu presidente de honra. Em 1987, o parlamentar comandou a Assembléia Constituinte. Candidato à Presidência em 1989, não obteve sucesso, mas marcou a história do País. Ulisses Guimarães morreu (desapareceu) no Rio de Janeiro, em 12 de Outubro de 1992.

"...Política não se faz com ódio, pois não é função hepática. É filha da consciência, irmã do caráter, hóspede do coração. Eventualmente, pode até ser açoitada pela mesma cólera com que Jesus Cristo, o político da Paz e da Justiça, expulsou os vendilhões do Templo. Nunca com a raiva dos invejosos, maledicentes, frustrados ou ressentidos. Sejamos fiéis ao evangelho de Santo Agostinho: ódio ao pecado, amor ao pecador. Quem não se interessa pela política, não se interessa pela vida..." . Ulysses Guimarães.
Bookmark and Share

terça-feira, 14 de outubro de 2008

BOATOS

Na postagem abaixou citei o vereador eleito de Sobral, no Ceará, Marco Prado. Após as eleições, boatos surgiram na pequena Sobral, a Princesa do Norte, que Marco Prado (foto) não tomará posse como vereador e assumirá uma Secretaria no governo municipal. Não passa de boatos. Segundo fontes desse blog, Marco Prado, o chocolate, não trocará a cadeira de vereador por uma secretaria. Os 3.440 votos que ele recebeu serão honrados. Marco Prado tem compromisso de quatro anos com o povo no Legislativo sobralense.
Bookmark and Share

DE VOLTA AO BLOG...!

Olá amigos e leitores desse blog, após ausência de uns dias estou de volta e com a bateria recarregada pronto para mais dois anos (risos). Obrigado pelo apoio que recebi em Sobral e pelas visitas nesse blog no período que estive ausente. Muito obrigado a todos que apoiaram em Sobral (Ceará) os candidatos a vereadores que apoiei:Marco Prado e Inácio Prado.
Bookmark and Share