.

.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

JOSÉ ALENCAR, AMOR À VIDA

Chegou às livrarias de todo o país nesta quarta-feira (1), a biografia “José Alencar – Amor à Vida”, escrita pela jornalista Eliane Cantanhêde colunista do jornal Folha de S. Paulo. A biografia narra saga do mineiro, 11º de 15 filhos, que aos 14 anos saiu de casa para trabalhar e aos 18 se emancipou e como se tornou um dos homens mais rico do país.

O episódio que abre a narrativa é uma festa em 11 de dezembro de 2000, em que o então senador José Alencar era homenageado em Belo Horizonte pelos 50 anos de atividade empresarial. Na plateia, o então presidente do PT, José Dirceu, e Luiz Inácio Lula da Silva ficaram encantados com a verve e o entusiasmo de Alencar.

Numa linguagem coloquial, Eliane Cantanhêde narra saga desse mineiro de Iramuri, o 11º de uma família de 15 filhos, passando pela saída de casa aos 14 anos para trabalhar e aos 18 se emancipou. Alencar se torna um dos homens mais rico do país e de uma fé inabalável.

A biografia consumiu mais de 40 horas de entrevistas com José Alencar, algumas no hospital, durante o tratamento ao qual o vice ainda é submetido. Alencar continua internado na Unidade de Terapia Intensiva Cardiológica do Hospital Sírio-Libanês, onde se recupera de uma cirurgia para corrigir uma obstrução intestinal realizada no sábado (27).

O presidente Lula que é um dos protagonistas da história de Alencar é o grande "ausente" do livro. Apesar do pedido pessoal do vice-presidente ao amigo, o presidente Lula se negou a dar entrevista para a autora. Leia mais.

Bookmark and Share

Nenhum comentário:

Postar um comentário